quinta-feira, 1 de novembro de 2012

Santa Teresinha e o apostolado pela internet


A primeira vez em que ouvi falar que Santa Teresinha do Menino Jesus era padroeira das missões achei um tanto estranho já que ela havia vivido toda sua vida religiosa dentro de um convento, e a imagem que temos de missionários é a daquele do que parte para terras longínquas. Mas com o tempo, conhecendo mais sobre sua vida, e ainda mais depois de ler seu livro autobiográfico "História de uma Alma" percebi o quão grande foi a sabedoria da Igreja ao proclamá-la padroeira das missões - ao lado de São Francisco Xavier -, era tanto o seu amor por Deus, amor este que entre outros modos se demonstrava pela ardente oração pelos missionários e uma gigante vontade e disposição a enfrentar os sacrifícios para que se fosse a vontade de Deus ela mesma ir para terras longínquas que ela se tornou uma missionária sem sair do interior do Carmelo.

“Não obstante a minha pequenez, quereria iluminar as almas como os Profetas, os Doutores, sentia a vocação de ser Apóstolo... Queria ser missionário, não apenas durante alguns anos mas queria tê lo sido desde o princípio do mundo e continuar até à consumação dos séculos. Mas acima de tudo, ó meu amado Salvador, quereria derramar o sangue por Vós até à última gota.” [1]

Nesta presente postagem queremos fazer uma comparação, nos espelhando em Santa Teresinha podemos ter um norte no modo de agir em nosso apostolado pela internet, apostolado este que é uma grande graça em nossos dias, do mesmo modo que Santa Teresinha mudou o mundo sem sair do Carmelo podemos ajudar muitas almas evangelizando dentro de nossa casa.

Graças a Deus temos visto com o advento da internet um crescente número de sites, blogs e páginas de redes sociais especializado no apostolado católico, ainda mais pelo incentivo do Santo Padre Bento XVI: “todos os que utilizam as novas tecnologias da comunicações, especialmente os jovens, a fazê-lo de uma forma positiva” e a “dar-se conta do grande potencial desses meios para construir laços de amizade e solidariedade que possam contribuir para um mundo melhor”. [2]

Isso é um grande bem para a Igreja, é uma forma da boa informação chegar com maior velocidade ao povo, mas como o ser humano tem a natureza decaída logo também neste campo encontramos muitos erros, sendo por exageros de um lado ou desleixamento pelo outro sempre há apostolados se importando mais com a opinião pessoal do que com o propagação da Sã Doutrina Católica, que deveria ser o objetivo central dos mesmos.

Voltando a comparação, atentemos ao modo apostólico de Santa Teresinha agir e coloquemos isso em prática também no nosso apostolado pela internet, com certeza gerará muitos frutos. Primeiramente, a oração, mais vale uma oração sincera do que um ativismo sem sentido, mais vale um pequeno trabalho com reta intenção do que um apostolado "famoso", mas que se torne pessoal. Também, rezar antes de agir, pedir a Deus as luzes e discernimentos necessários para tal trabalho, pensar em como aquilo seria de proveito para as almas, Santa Teresinha já nos dá um grande conselho nesta questão, que não façamos nada sem antes nos recomendarmos a Virgem Santíssima: - "Eu nunca aconselho nada a ninguém sem antes recomendar-me à Virgem Santíssima. Ela é que faz que as palavras que digo tenham eficácia nos que as ouvem.", pois quando entregamos tudo a Nossa Senhora, Ela entrega tudo ao seu Filho Jesus, e é esse o objetivo final de todo apostolado, "Tudo para a maior Glória de Deus".

É esta então a primeira e mais importante recomendação, ser uma pessoa de oração, aberta a vontade de Deus, que dialoga com Ele, como diz o Papa Bento: "A primeira condição para se falar de Deus e falar com Deus", [3] o nosso apostolado será reflexo da nossa vida espiritual. Tenhamos a humildade, a sinceridade e a boa vontade que Santa Teresinha teve ao estar aberta aos movimentos que o Espírito Santo lhe sugeria e teremos um apostolado frutuoso, tanto no campo virtual como no usual pois também se já vemos frutos no apostolado virtual não podemos ficar somente nele desdenhado do apostolado que podemos fazer em nossa paróquia.

Outra questão, o modo como apresentamos a doutrina católica, termos o discernimento que neste ambiente aberto todos os tipos de pessoas poderão ver o que publicamos, pessoas com níveis sociais, culturais e de catequese diferentes, e principalmente, de diferentes níveis de conversão, pessoas que talvez ainda não tiveram o primeiro chamado a Cristo, outras que estão no início e outros mais avançados, isto é de grande importância no modo de agir, e a regra para usar as palavras certas de modo que seja compreensível a todos é usar o bom senso, sabemos que há muitos apostolados específicos, com públicos específicos, mas de um modo geral temos sempre que pedir a Deus as luzes necessárias para que o que fizermos sirva de algum modo para o bem da Igreja.

No livro “História de uma alma” ela comenta que enquanto era mestra de noviças aprendeu a ter discernimento quanto ao modo de tratar cada noviça, pois cada uma tinha uma personalidade diferente, umas ela tinha que tratar com mais doçura, outras com mais severidade, isto também nos serve de exemplo para nos esforçarmos ainda mais a termos uma linguagem equilibrada, pois não teremos a chance de saber que tipo de personalidade tem as pessoas que estão nos lendo.

Santa Teresinha sempre usou uma linguagem muito equilibrada, terna na maioria das vezes, mas também forte quando era necessária, assim deve ser o nosso modo de agir também, primeiro mostrar a beleza dos valores católicos, isso atrairá pessoas de boa vontade, pessoas estas que até poderiam estar sem rumo pelo fato de ninguém as ainda ter mostrado esses valores corretamente, mas também sabermos ter uma linguagem forte quando for preciso, mostrar o erro também é um ato de caridade, como diz o Pe. Paulo Ricardo: "Só há real amor pelo bem quando se tem equivalente ódio pelo mal", [4] mas sempre primeiramente mostrando a beleza da doutrina cristã, depois, se for necessário, criticar os erros, com isso fica menor o risco de cairmos em discussões vazias, um dos grandes problemas que atrapalham o apostolado pela internet, principalmente em redes sociais.

Vemos que a ternura e a força são virtudes e necessariamente temos que usá-las, mas também vemos os seus vícios contrários, sentimentalismo e a grosseria, estes são verdadeiras doenças que agem neste meio, devemos ter muito cuidado para não cairmos neles. 

É até fácil verificar as pessoas e apostolados com estes vícios, primeiro vemos o sentimentalista naquelas questões onde é apresentado algum ensinamento da Igreja que é tido como "pesado" e que requer sacrifícios pessoais maiores, ele logo responde "ah, o que importa é o que está no coração", ou também, quando um pregador de boa fala, que é famoso,  - mas que só ensina heresias - é criticado, eles também vem com aquela conversa "ah, mas ele fala tão bonito..." e coisas afins. O grosseiro é aquele que esbraveja contra tudo, xinga todos que são contrários a opinião dele, na verdade ele quer ser o seu próprio Papa, não está nem aí pra o que a Igreja ensina, é um rebelde enrustido que se camufla atrás da boa fama da Igreja. Não preciso me alongar na descrição porque quem acompanha o apostolado pela internet conhece bem esses tipos.

Santa Teresinha nunca agiria desse modo, muitas pessoas tem uma imagem errada dela, a taxando de sentimentalista por ela usar um linguajar florido, mas isto é falta de leitura de seus escritos, quem teve a graça de poder ler - principalmente no dito livro autobiográfico que desde já recomendo leitura indispensável a todo católico – verá que sua escrita era muito terna, mas nunca sentimentalista, por outro lado também, nunca imaginaríamos ela dizendo um xingamento, pois sabia que a ofensa pessoal só afasta as pessoas, e ainda mais, pelo seu tamanho amor a Virgem Santíssima, isto não condiz com o comportamento de um filho ou filha da Santíssima Mãe do Céu. Como santa que foi, sempre teve uma filial submissão a Igreja, nunca agindo como certos apostolados revolucionários - sejam confessos ou enrustidos - que querem que sua opinião seja mais importante do que a do Magistério da Igreja.

Para concluir, lembro um detalhe interessante que muitos já devem ter observado, há um bonito costume já entra a maioria dos blogs e sites católicos que é de postar imagens de santos em suas laterais e colocá-los como santos protetores do apostolado, se observamos veremos que uma média de 70 % destes tem Santa Teresinha do Menino Jesus como patrona, acho que nisso percebemos que o que foi dito acima já foi observado pela maioria das pessoas que fazem apostolado pela internet, que a “flor de Lisieux” será uma grande intercessora e exemplo para seus apostolados, fazendo que um pequeno trabalho torne-se “uma chuva de rosas” e bênçãos pela internet.

Poderíamos dizer que Santa Teresinha é um dos grandes exemplos de como devemos agir em nosso apostolado pela internet porque ela não se importou com o tamanho da obra, mas se importou em fazer tudo pra Deus, tendo uma vida de oração os frutos aparecem em nossas atividades usuais, fazendo dessa forma qualquer trabalho gerar frutos. 

Ela sempre foi contemplativa, terna e forte, e nunca ativista, sentimentalista ou grosseira, além de pedir a sua intercessão, devemos nos espelharmos em seu exemplo, nos esforçarmos para agir assim, deste modo faremos um um frutuoso apostolado pela internet. Ela mudou o mundo sem sair do Carmelo, nós podemos ajudar muitas almas mundo a fora fazendo um apostolado mesmo estando dentro de nossa casa.

"Então, com a maior alegria da minha alma arrebatada, exclamei: Ó Jesus, meu amor! Encontrei finalmente a minha vocação. A minha vocação é o amor. Sim, encontrei o meu lugar na Igreja, e este lugar, ó meu Deus, fostes Vós que mo destes: no coração da Igreja, minha Mãe, eu serei o amor; com o amor serei tudo; e assim será realizado o meu sonho." [5]

 Peçamos Santa Teresinha do Menino Jesus e da Sagrada Face que ilumine todos os nossos apostolados, que tudo seja feito para a maior honra e Glória de seu amado Esposo Jesus e de sua Santa Mãe Maria!

Tiago Martins

[1] Santa Teresinha - "História de uma Alma"
[5] Santa Teresinha - "História de uma Alma"





Um comentário:

  1. olá
    passei para uma rápida visita
    quando puder, apareça.ficarei muito feliz
    crisma2012matao.blogspot.com.br
    que Deus te proteja sempre

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...